Many Worlds, Many Languages

18 de maio de 2014

Os epítetos de Afrodite

Essa é uma pesquisa pessoal sobre os epítetos (títulos sagrados, usados no culto de determinada divindade grega) da Deusa Afrodite. Espero poder fazer em breve algo parecido com os hinos antigos e propor uma análise sobre os mesmos.

Estátua de Afrodite. (desconheço a autoria)
Epítetos de Afrodite

Akidalia - um título de Vênus em Roma. O nome de uma terma natural onde Vênus se banhou com as Graças. Em grego, significa “a que afasta os problemas/preocupações”,

Akraia - A que está nas Alturas,

Alilat’ê - segundo Heródoto, é a forma que os “árabes” - povos do oriente - chamam Afrodite Urania,

Amathousia - Amathountia, da cidade de Amathus em Chipre. Um dos mais antigos centros de culto da Deusa.

Ambologera - A que venceu a velhice, A que atrasou a posteridade. Cultuada em Esparta com esse título.

Anadyomene - “A Deusa que se levanta do Oceano”. Título que faz referência ao mito de nascimento de Afrodite.

Antheia - Título que Afrodite recebeu em Cnossos. “A que floresce” ou “Amiga das Flores”.

Apatouria - “A que Engana”. Título que recebeu de acordo com o mito da guerra dos gigantes. Eles encurralaram Afrodite e esta chamou Héracles (Hércules) para ajuda-la. Ao longo que os gigantes iam adentrando na caverna, a Deusa os enviava direto para a morte nas mãos de Héracles.

Aphakitis - Título recebido por conta de seu templo na cidade de Apace, na Síria. A senhora dos oráculos.

Apotrophia - “A que põe pra fora”. Cultuada em Thebas com esse título, refere-se ao poder da Deusa que coloca pra fora tudo aquilo que as pessoas escondem em seus corações. Era cultuada junto dos aspectos de Pandemos e Urania.

Arakunthia - Faz referência ao templo dessa Deusa que se localizava no Monte Arakintos.

Areia - “Toda armada”. Refere-se a Afrodite como Senhora da Guerra, companheira de Ares. Aqui ela aparece toda vestida em armadura e portando armas.

Argynnis - Referência ao devoto Argenos, que era um dos homens favoritos de Agamenon. Quando ele morre em batalha, Agamenon erige um templo em honra a Afrodite Argynnis no local de morte do seu devoto.

Kallipugos - Título relatado por Ateneu, refere-se as formas sofisticadas, luxuosas e que compunham o escopo de mulher rica da aristocracia grega.

Knidia - Refere-se a sua famosa estátua feita em Cnidos na Cária. Críticos da arte afirmam que a Vênus de Médici é uma cópia da estátua de Afrodite Knidia.

Kolias - Faz referência ao templo de Afrodite no promontório ático ao lado do de Héstia.

Kyprogeneia - “Nascida em Chipre”. Referência ao mais antigo e maior local de culto da Deusa.

Kuthereia - Deriva da cidade de Cítera em Creta, ou da ilha de Cítera, que no mito, refere-se ao lugar onde Afrodite pisou primeiro logo após nascer. Possui templos em ambos os locais.

Despoina - “A que comanda. Governante. A que domina.” Título de poder pertencente a várias divindades femininas gregas, sendo uma delas, Afrodite.

Dionysia - A que acompanha Dioniso. Amante de Dioniso.

Dionaea - Título que refere-se as coisas sagradas para Afrodite; como as rosas, as pombas, barcos. É uma metonímia do nome da Deusa.

Erukiane - Deriva do templo que a deusa possuía no monte Eryx, na Sicília. Foi erigido por um de seus filhos, o príncipe Eryx.

Gamelia - Protetora dos casamentos.

Genetullia - Protetoras das grávidas e dos nascimentos.

Hekaerge - A que acerta de longe. O mesmo epíteto de Ártemis.

Idalia - Deriva da cidade de Idalion, em Chipre.

Limeniatis - Protetora dos capitães de navios, dos portos e dos navegantes. Pan possui o mesmo epíteto.

Mekhanitis - “Habilidosa nas invenções”. Athena, Zeus e Hefesto dividem esse título com Afrodite.

Melainis - “A Escura”. Cultua em Corinto com esse título.

Melinaea - Da cidade de Melina.

Migonitis - Da cidade de Miconio, na Lacônia. Local de vários templos Dela.

Morpho - Cultuada em Esparta com esse título, era representada sentada com os pés acorrentados e a cabeça coberta.

Nikephoros - A que traz a Vitória.

Pandemos - “Que é de Todos.” Esse epíteto denota dois contextos históricos de interpretação. O primeiro refere-se aos prazeres carnais do corpo que era vivenciado nas orgias sagradas do período e nas festas que aconteciam tais práticas. O outro sentido é o político. Acredita-se que Teseu instituiu o culto a Afrodite Pandemos na fundação da cidade-estado de Atenas pois é através Dela que ele conseguiu reunir todos os aglomerados e vilas numa única fundação sólida e consolidada como a pólis de Atenas. Outra divindade que possui esse epíteto é Eros.

Paphia - A que vem de Paphos, em Chipre.

Peitho - Personificação da Persuasão. Ora uma divindade a parte, a Persuasão sempre foi cultuada profundamente próxima a Afrodite. Acredita-se que se foi alguma divindade singular da Deusa, se transformou em um dos aspectos de Afrodite ao longo de seu culto. Na Lacônia, Arcádia, Chipre, Creta e Atenas haviam templos com estátuas de Afrodite com esse aspecto.

Syria Dea - “Deusa da Síria” Sob esse título o nome da Deusa Astarte apareceu pela primeira vez nos relatos gregos e denota que Afrodite partilha de características próximas de Astarte ou foi essa mesma que foi assimilada como Afrodite pelos povos helênicos.

Ourania - “A Celeste”. Aspecto de Afrodite que representa a oposição aos prazeres carnais e o caminho espiritual. Não se oferecia vinho ao se cultuar esse aspecto Dela;  Platão a descreveu como o aspecto mais elevado e olimpiano da Deusa.

Zephuritis - Derivado do templo localizado no promontório de Zefírium no Egito.


Zerynthia - Derivado do templo na cidade de Zerinto, na Trácia. Aproxima-se da Deusa Rhea-Kybelle.

POPOZUDA BEIJINHO NO OMBRO - Forma carinhosa do Álex chamar a Deusa. 



Com muito amor, 

Eirene theoi!
Álex Hylaios

Devoção e Sacerdócio: Diferenças ao lidar com os Deuses

Khairete!

O que é ser um devoto de determinada divindade nos dias de hoje?
E o que é ser um sacerdote ou sacerdotisa?

Muitos pagãos nos dias de hoje confundem ambas as coisas. Independente das nomenclaturas usadas, podem existir grupos e/ou pessoas que discordem da forma que abordarei os conceitos aqui. Ninguém está errado. Usemos da lógica polivalente kemética e sejamos todos mais felizes assim.
Vamos lá:

Na etimologia do termo o que é ser um devoto?
Segundo o Dicionário Etimológico Online (Online Etymology Dictionary) "devoção" é um termo que significa: dedicar-se por um voto - no sentido de juramento - , sacrificar-se por algo - aqui no sentido de doar-se a algo maior que você -, ato de consagrar por um voto; também lealdade, fidelidade e aliança são sinônimos desse termo.

Portanto devoção se aproximava mais da noção de sacerdócio que possuímos hoje. Prestar um voto afinal, é uma característica comum a todo sacerdócio independente da religião.
Porém, nos dias atuais, tratamos a devoção como uma forma de dedicação mais íntima a alguma divindade. Pode ser uma divindade que você vai passar 1 ano cultuando, 7 anos ou a vida toda. É como estar no período de viver a amizade íntima com os Deuses, você é um devoto deles.

Eu sou devoto de Hécate, Wesir (Osíris), Freyr, Exú, Gaia, Nebt-het (Néftis), Yinepu (Anúbis), Tiamat, Dioniso e outros. Não significa que eu responda como sacerdote de algum deles. Significa que eu expresso meu amor à eles na forma de devoção. Procuro esclarecer mal entendidos sobre eles, me esforço pra que pessoas que perguntam sobre eles a mim possam ter acesso a boas informações sobre e a pessoas que eu conheço, e que são sacerdotisas e sacerdotes desses Deuses para melhor auxiliarem quem busca sobre. Mas não significa que eu tenha um voto sacerdotal com alguma dessas divindades (em maior grau, como é o processo que eu estou seguindo para Afrodite e Pan).

E o que é a/o sacerdotisa/sacerdote de determinada divindade?
Novamente no Dicionário Etimológico Online, sacerdócio é: ser pertencente a coisas sagradas, divinas, sobrehumanas. Fazer parte da classe sacerdotal.

Desse modo, quando você se torna SACERDOTE (consagrado a) de alguma divindade, você está se tornando pertencente àquela divindade. Você e ela tornam-se um em questão de relação de intimidade e contato. É quando você se casa com determinada Deusa e/ou Deus ou panteão. Quando torna-se pleno totalmente para manifestar o culto e a energia daquela divindade na terra. E como tudo é recíproco no Universo. Uma dádiva requer outra dádiva. A divindade corresponde te tornando um avatar desta, te tornando um canal da energia dela na terra, dos seus desígnios e funções. Você se torna a vontade viva da divindade nesse plano e ganha o poder pra tal função. (é só mais trabalho gente, nada de ostentação ou títulos de luxo)

"MAS NA WICCA VOCÊ NÃO SE TORNA A VOZ DE TODOS OS DEUSES NA TERRA QUANDO SE INICIA??!"

Sim. Mas se lembra que eu citei que se tornar sacerdote de uma divindade específica e fazer um voto de maior grau? Um voto que vale sobre todos os outros? Não que os outros deixem de valer, mas esse último voto, se feito, passa a ser um divisor de águas na vida do sacerdote. Ele estará sempre com suas vidas nas mãos de determinada divindade e completa e absolutamente submetido aos mitos, vontades, requisições, inspirações e energias daquela divindade.

Quando nos iniciamos na Wicca, os votos são para a Deusa (a essência primordial feminina e criadora do universo, sem faces, nomes ou conceitos) e para o Deus - em algumas tradições não - (a essência primordial masculina e co-criadora do universo, sem faces, nomes ou conceitos). O voto não é feito a alguma divindade específica, até porque o processo pra se tornar um sacerdote de uma divindade tal é tão complexo (ou mais, na minha opinião) quanto o processo de se tornar um sacerdote. E é uma iniciação, lembra? É o início da sua caminhada. Não o fim. Não tem fim ^^

Essa é a diferença básica entre um devoto e um consagrado (sacerdote) de alguma divindade específica.
Consagrado é o nome que utilizamos na TCS para denominar aquele sacerdote que cumpriu o Caminho do Consagrado e se consagrou (né? rs) àquela divindade. Quando você está seguindo esse caminho, você é chamado de Devoto.

Eu sou um devoto de Afrodite e Pan. E espero poder partilhar mais sobre esse caminho com vocês e ajudar como for possível.

Que Afrodite torne minhas palavras sagradas para ensinar.
E que Pan sempre abra meu coração para aprender.

Eirene theoi!

Álex Hylaios

Contato com os Deuses Pagãos


Khairete! 
(Saúdo a todos!) 


Hoje vou falar sobre um tema que muitas pessoas, principalmente os novatos, volta e meia perguntam:

  • Como posso entrar em contato com os Deuses?
  • Como posso honrar os Deuses? 
  • Como posso fazer oferendas aos Deuses? 
O que você faz quando conhece aquela pessoa super legal, que sua energia e a dela batem de uma forma indescritível e você deseja cada vez mais se tornar amigo dessa pessoa? 
R: Vocês se conhecem melhor e se aproximam. Gostos compatíveis, formas de enxergar e vivenciar o mundo parecidas, preferências por isso ou aquilo vão aparecendo e vocês percebem cada vez mais terem coisas em comum. Daí desenvolve-se uma amizade e/ou algo mais. 
Assim é a relação com os Deuses pagãos. Uma relação de amizade e amor.  Uma relação sincera, real e pautada no respeito, fé e reciprocidade.   

Claro que a intimidade também faz parte e assim como você brinca com seus melhores amigos, você também poderá encontrar sacerdotisas/sacerdotes que zoam dos seus Deuses de culto, xingam quando estão com raiva, falam merda pra/sobre Eles e por aí vai. Acho essa coisa da intimidade uma das mais sagradas, engraçadas e saudáveis formas de culto nos dias atuais. Temos uma imagem de um deus - cristão - distante, fechado, impositivo, sério, mal-humorado e punidor; imagem esta que está profundamente longe do que são os Deuses pagãos e na forma que nos relacionamos com Eles. Geralmente quando entramos em contato com os Deuses pagãos, principalmente no começo, achamos que se não fizermos oferendas sempre Eles vão se zangar, vão nos ignorar ou nem irão nos dar atenção. Bobeira! Se existem Deuses super sociáveis, estes são os Deuses Antigos. Inclusive os do submundo para com os seus. Quem não quer ter amigos novos e quiçá um(a) futur@ namorad@/marido/esposa?! É assim que os Deuses pagãos nos veem. Porque veja, quando você faz um voto de dar sua vida para determinada divindade, casal sagrado ou panteão, basicamente é o que você faz: se casa com aquela(s) divindade(s). Sua vida inteira será pautada nessa relação e não é um matrimônio que possibilite divórcio. Por isso pense bem antes de fazer votos de SACERDÓCIO a alguma divindade. Não tem volta. Assim como também não tem volta para os votos iniciáticos.  

Sabendo disso, vamos a próxima questão. Como honrar os Deuses? Primordialmente é: Lembrando Deles! 

Qual a melhor forma de chamar a atenção de alguém que você está interessado? Seduzindo a pessoa, com seu carisma, com seu sex appeal, com presentes e por aí vai. Seduza a/o/os Deusa/Deus/Deuses que você quer entrar em contato. Leia sobre os mitos da divindade, monte um altar para eles, faça oferendas de coisas que essa divindade gosta, medite com a divindade, crie saudações diárias aos deuses, oferte músicas que você curte, leia um livro e bata um papo com a divindade sobre o assunto, ouça músicas e sinta a vibe dessa determinada divindade nela. Existe uma miríade de formas para se explorar aí e de pouco a pouco, sua forma de seduzir os Deuses se aprimora. A prática não leva a perfeição? Então, aqui não é diferente. 

E agora, sobre as oferendas. 
"MAS COMO EU VOU SABER SE OS DEUSES GOSTAM DISSO, DAQUILO, DAQUILO OUTRO?!" 

Lendo os mitos da(s) divindade(s). Lendo sobre a cultura a qual aquele panteão faz parte. Pesquisando.
Por exemplo: 
- Os Deuses gregos odeiam qualquer coisa que corrompa o livre arbítrio de outra pessoa. Portanto, você não vai roubar dinheiro pra fazer uma oferendas pra eles. Você não vai pular no quintal do vizinho e roubar frutas/verduras/legumes e ofertar para eles. Você não vai sacanear os sentimentos de alguém só pra transar com essa pessoa e ofertar isso a Afrodite. Você não vai sair transando com 15, 30, 50 pessoas e se sentir o grande fodedor do universo e oferecer isso a Pan, sem se preocupar com a sua saúde, com a saúde das pessoas que estavam envolvidas, com a forma que rolou esse sexo. Foi consensual? Acredite, já vi pagãos dizerem que Pan é um Deus que concorda com ESTUPRO. Velho, simplesmente não faziam ideia do que estavam falando. Nunca corrompa Deuses do sexo com as feridas do patriarcado de hoje. Eles vão te amaldiçoar com certeza. Entender o que é um desequilíbrio e que tais desequilíbrio não fazem parte da natureza da divindade, mas sim do seu processo de aprendizado com elas, é uma grande mudança de paradigma, pra melhor, no meu ponto de vista.  
*Voltando ao assunto*
Os deuses gregos amam praticamente tudo aquilo que seus devotos conseguem com seu próprio esforço, independente do que for. Se feito com amor (Eros) aos Deuses, está bom pra eles. 

- Os Deuses egípcios odiavam e ainda odeiam oferendas de sangue. Não é costume você encontrar algo sobre sacrifícios com sangue tanto de animais e tão pouco de humanos para os keméticos. Sangue era algo que atraia a atenção do Unseen World (do Mundo Invisível) e portanto, eles não eram muito ligados a isso. Não para oferendas e contato com os Deuses. Egípcios adoram chocolate e coca cola! Por raios que eu não faço questão de saber o motivo. *rs*

Pesquisar e ler sobre a divindade já é uma oferenda do seu tempo e do seu interesse. 
Se abra para a divindade. Medite. Pergunte o que a/o Deusa/Deus gosta. 
Eu por exemplo, sempre soube que a tartaruga era um animal sagrado à Pan (cultuo Ele conscientemente a mais de 6 anos). Mas só fui encontrar referência a isso nas fontes antigas esse ano. O mesmo aconteceu com o mel, as abelhas e Afrodite. Eu já sabia que pertenciam a Ela (e a Pan também!), mas só depois de muita pesquisa que fui descobrir que realmente existiu e existe ainda essa prática em honra a Deusa. 

O processo de desenvolver um contato e posteriormente uma relação com os Deuses é algo único e individual. Um grupo pode te passar as ideias que ele pratica, amigos pagãos podem dar dicas, mas só você e somente você pode colocar isso em prática. E aí que está a magia da nossa religião. Não precisamos de pastores intermediando nossos ritos pessoais aos Deuses, nosso contato diário, nossa devoção e nossa fé. Se é com Amor, é Real. Portanto, é válido. 

Espero ter ajudado alguém e daqui um tempo, mais texto sobre o tema! 

Eirene theoi! 
(Que a paz dos Deuses esteja com você) 

Álex Hylaios